SALA DE IMPRENSA
Blog

Como a Igreja está a usar a realidade virtual

Compartilhando o Evangelho - Virtualmente

O Élder M. Russell Ballard, membro do Quórum dos Doze Apóstolos, declarou:

"Como o mundo é diferente hoje. Para muitos de vocês, caso leiam jornais, é muito provável que os leiam na Internet. Vivemos no mundo do ciberespaço, de telemóveis que capturam vídeo, fazer downloads de vídeo e música, acedem a redes sociais, mensagens de texto, blogs e podcasts”.

" Este é o mundo do futuro, com invenções inimagináveis — do tipo que surgirão em sua época, assim como surgiram na minha. Como você usará essas maravilhosas invenções? Para ser mais direto, como você as usará para promover o trabalho do Senhor?" (" Compartilhando o Evangelho através da Internet ", Ensign, julho de 2008, p. 58).

Visão geral

As novas tecnologias permitem-nos entrar num mundo virtual em 3D e ser transportados para qualquer lugar - para uma catedral antiga, para o espaço, ou para qualquer número de mundos ficcionais - em qualquer lugar onde os produtores de filmes, jogos, e de páginas da internet nos levem.

Os passeios de realidade virtual, mais comumente conhecidos como passeios VR (“virtual reality”), são uma ótima maneira para as pessoas experimentarem locais ao redor do mundo através de seu desktop ou do dispositivo móvel.

A Google é o maior distribuidor de experiências de realidade virtual, ativado pelos recursos de Street View no Google Maps. O Street View permite que os utilizadores vejam uma imagem ou vídeo de 360º de um local dentro do serviço do Google Maps. Essas imagens e vídeos panorâmicos podem ser experimentados por meio dos serviços da Google, como o YouTube, o Google Maps ou um aplicativo móvel dedicado a esta experiência.

Mais recentemente, a Google permitiu que a comunidade de colaboração coletiva criasse e adicionasse mais roteiros VR de vários locais ao redor do mundo. Locais famosos como a Basílica de São Pedro, a Times Square e o museu do Louvre são apenas alguns dos muitos locais que podem ser vistos como uma visita virtual de 360º.

Sobre a Tecnologia VR

A tecnologia VR pode ser um serviço baseado na internet que funciona nativamente através de um site. Os usuários só precisam de um navegador de web para experimentar um passeio VR. A Google, Facebook e Samsung também estão criando experiências de 360º para serem vistos em óculos de realidade virtual que funcionam com computadores e dispositivos portáteis.

Criar um panorama de 360º requer apenas um tripé e uma camara de qualidade. A câmara tira fotos num panorama completo e, em seguida, o software "cola" as fotos numa imagem perfeita de 360º.

Passeios virtuais de locais da igreja

 

(Clique aqui para fazer uma visita virtual no Praça do Templo)  

Para além de ficar perdido numa cena 3-D no seu filme épico favorito, imagine ser capaz de rever um desporto ou um evento musical que perdeu. Como poderia relaxar em casa e assistir a um jogo de futebol ou basquetebol ou entrar no Madison Square Garden para assistir a um concerto dos Pentatonix ou Coldplay! Melhor ainda, imagine ter aulas online, e realmente sentir-se presente com os alunos e professores.

Mas o melhor de tudo, imagine usar esta tecnologia para compartilhar o evangelho de Jesus Cristo online! As implicações são deslumbrantes. A criação de roteiros de VR que podem ser incorporados no Google Maps, significa que quem quiser pode virtualmente visitar locais de templos, capelas, locais históricos, eventos e assim por diante. Considere alguns dos seguintes cenários e oportunidades futuras:

Locais dos Templos. As sessões de “portas abertas” do templo são uma oportunidade maravilhosa para que as pessoas aprendam sobre a importância dos templos mórmons. Através do uso de um passeio VR, os usuários podem aprender e sentir mais sobre os propósitos sagrados destes locais sagrados. As imagens podem ser complementadas por narração, vídeo e pop-ups com informações.

Além disso, o passeio VR poderia incluir um botão de chat online, onde os mais curiosos poderiam aprender mais conversando com membros da Igreja ou missionários.

Locais históricos da Igreja. Nos Estados Unidos, as escolas estão usando os passeios VR para dar aos alunos uma experiência imersiva em locais históricos como Gettysburg, o Smithsonian, e Ellis Island. Como as excursões não são sempre viáveis, esses passeios permitem aos alunos fortalecer sua compreensão dos acontecimentos e lugares, sem nunca deixar a sala de aula. E sobre a filmagem de locais históricos da Igreja? O valor desta possibilidade é enorme, e iria permitir às pessoas conhecer mais sobre a Igreja e o que a Restauração significa para milhões de membros da Igreja.

Capelas. Um passeio VR num local de adoração é uma ótima maneira de compartilhar com os interessados, como os membros da Igreja adoram cada domingo. O passeio pode destacar informações importantes, como o sacramento, o batismo e a organização a nível de congregação. Isso se torna uma ferramenta de ensino interativo de fácil utilização para os membros e missionários da Igreja.

Os passeios de VR que são integrados no Google recebem resultados de pesquisa mais elevados. Isso resulta numa maior exposição ao conteúdo oficial produzido pela Igreja. Da mesma forma, as mensagens do evangelho produzidas e compartilhadas pelos membros leigos, tornam-se mais acessíveis a todos. Nos últimos anos, a Igreja usou vídeos e outros meios de media para esclarecer o público sobre muitos tópicos do evangelho. Através do uso de experiências VR, esses tópicos do evangelho podem ser apresentados numa experiência de aprendizagem de maior qualidade.

Outro benefício dos passeios VR é que uma vez que o passeio é criada e enviado para a Google, há muito pouca manutenção necessária para mantê-lo atualizado. As experiências VR já estão integradas nativamente no sistema da Google. Os passeios VR exigem um custo inicial modesto para produzir e publicar. Esses custos incluem as despesas de viagem, filmagens no local e produção.

Estamos apenas no início da evolução da media digital e da tecnologia VR. Muitas companhias estão trabalhando para possibilitar uma maior disponibilidade de meios e uma utilização mais ampla.

Venha experimentar um passeio virtual a uma capela da Igreja (necessita Flash Player 9.0.28 ou superior). 

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.

Pesquisar o Blog

Acerca do Blog

Este blog é gerido e escrito pela equipa de Relações Públicas de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. As informações aqui apresentadas são fiáveis e precisas mas não devem ser necessariamente vistas como declarações oficiais da Igreja. O objetivo deste blogue é de fornecer aos jornalistas, bloggers e ao público contexto e informações adicionais referentes a temas públicos que envolvam a Igreja no país e no mundo. Para aceder a comunicados de imprensa ou a declarações da Igreja, visite www.saladeimprensamormon.pt.