Comunicados de Imprensa

Organização Católica de Relevo Recebe o Prémio Valores Familiares UE de 2015

O evento realizado em Bruxelas foi uma ‘celebração da família’

A Confederação Europeia das Associações Católicas da Familia (FAFCE) recebeu o Prémio Europeu dos Valores Familiares de 2015 das mãos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (conhecidos como os Mórmons) na celebração realizada em Bruxelas, a 19 de outubro.

O Prémio Europeu dos Valores Familiares, atribuído em Bruxelas, homenageia indivíduos e organizações cujos esforços e influência junto das instituições da União Europeia tenham tido um impacto significativo na vida familiar das sociedades Europeias.

O Elder Patrick Kearon, Presidente da Área da Europa de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, que presidiu o evento, disse que a FAFCE recebeu este prémio “pelos seus esforços incansáveis de tornar a unidade familiar numa prioridade na elaboração das políticas Europeias.”

A FAFCE “reconhece a importância da família como a unidade fundamental da sociedade e sentimo-nos impressionados com a determinação dos seus líderes para garantir que esta mensagem não seja ignorada pelas autoridades Europeias nem pelos Membros do Parlamento Europeu.”

Ao receber o prémio, Antoine Renard, Presidente da FAFCE, disse: Obrigado por reconhecerem o trabalho que estamos a fazer. Defendemos os valores da família, mas também desejamos proteger as virtudes da família. De seguida, salientou a importância das famílias. "Todos sabemos o que devemos às nossas próprias famílias. A família é um projecto de paz e um projecto de Deus". O presidente Renard, em nome da FAFCE, dedicou o Prémio Valores Familiares UE 2015, aos milhares de famílias, pais e filhos sírios que têm sofrido, em grande medida por causa da guerra e durante toda a crise dos migrantes.

A Irmã Burton, que lidera um organização de sete milhões de mulheres em todo o mundo, agradeceu aos representantes das igrejas e organizações religiosas presentes pelo seu apoio às famílias. Compartilhou uma declaração do Elder D. Todd Christofferson, feita no Oitavo Encontro Mundial das Famílias, em Filadélfia, Pensilvânia: "A nossa grande prioridade na vida familiar é baseada na nossa convicção de que Deus criou a familia - e ordenou a vida familiar -  para os Seus propósitos. Daí a convicção de que os deveres dos pais e famílias e os princípios que iremos discutir, são de facto obtidos através de uma comissão divina". A irmã Burton realçou ainda "a importância de fortalecer a família, a fim de melhorar as comunidades". "O meu papel na Igreja e o papel da Sociedade de Socorro ", concluiu," é o de ajudar a aumentar a fé e fortalecer as famílias".

A Irmã Oscarson, que supervisiona o programa da Igreja para meio milhão de moças em todo o mundo, compartilhou uma citação retirad do discurso do Papa Francisco durante o Colóquio sobre a Família, realizada no Vaticano em Novembro de 2014: "Nos nossos dias, o matrimónio e a família estão em crise. A "cultura do temporário" tem levado muitas pessoas a desistir de casamento como um compromisso público. Esta revolução de costumes e de valores morais muitas vezes usou a bandeira da liberdade, mas na verdade apenas trouxe devastação material e espiritual para inúmeros seres humanos, especialmente aos mais pobres e mais vulneráveis".

A Irmã Oscarson reforçou a importância de "enfatizar a educação das jovens". "Temos que fortalecê-las com os princípios e valores para que possam um dia ter as suas próprias famílias." Citando David O. McKay, ex-presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, concluiu: "Nenhum outro sucesso pode compensar o fracasso no lar ".

Esta é a primeira vez que o Prémio dos Valores Familiares é entregue pela Igreja no contexto da União Europeia. No evento de entrega dos prémios deste ano estiveram presentes Membros do Parlamento Europeu do fórum politico, representantes religiosos e de organizações civis.

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.