Tópico

Casamento no Templo

Os membros da Igreja acreditam que os casamentos realizados nos templos são “selados”, ou abençoados para durar eternamente. O conceito de que a unidade familiar pode continuar além desta vida como uma entidade consciente e amorosa, com a parceria do casamento e as relações entre pais e filhos intactas é uma crença básica dos membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Assim que um homem e uma mulher se casam e são selados no templo, todos os filhos que tiverem serão automaticamente selados a eles no nascimento. Se os filhos tiverem nascido antes do selamento do casal, eles podem mais tarde participar do selamento a seus pais no templo. Os filhos adotivos também têm a oportunidade de ser selados a seus pais adotivos.

O conceito de famílias eternas tem origem nas escrituras e na revelação moderna. Por exemplo, a referência do Novo Testamento em Mateus 16:19 registra Jesus Cristo dizendo ao Apóstolo Pedro: “E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”. A Igreja equipara a palavra “ligar” a “selar”.

De acordo com uma pesquisa citada em artigo do Los Angeles Times em 2000, “nesta era de divórcio, os casamentos nos templos mórmons são feitos para durar”, com uma taxa de divórcio de somente seis por cento. Outro estudo, publicado em 1993 na Demography Magazine, concluiu que os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias que se casam nos templos da Igreja são provavelmente os que menos se divorciam entre todos os americanos.

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.