Sucessão na Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Sucessão na Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A nomeação de um novo presidente da Igreja acontece de forma ordenada que evita qualquer vestígio de lobby interno para a posição. Visto pelos membros como um processo divinamente revelado, é desprovido de eleições.

Contexto

O órgão governante mais alto de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é a Primeira Presidência, composta pelo presidente e seus dois conselheiros. Este corpo de três homens supervisiona o trabalho de toda a Igreja em todos os assuntos de política, organização e administração.

O segundo maior órgão de governo da Igreja é o Quórum dos Doze Apóstolos. Os apóstolos servem sob a direção da Primeira Presidência e têm pesadas responsabilidades administrativas para supervisionar o progresso ordenado e o desenvolvimento da Igreja em todo o mundo. A Primeira Presidência e os Doze Apóstolos são considerados pelos Santos dos Últimos Dias como profetas que recebem revelação divina e inspiração para guiar a Igreja.

A nomeação de um novo presidente da Igreja acontece de forma ordenada que - notavelmente no mundo de hoje - evita qualquer vestígio de lobby interno para a posição. Visto pelos membros como um processo divinamente revelado, é desprovido de eleições.

Além disso, não é apenas a estrutura da organização da Igreja que governa esse processo. Existe também uma tradição profundamente arraigada na Igreja de que a aspiração pessoal de liderança em qualquer nível é inadequada. Em vez disso, a ênfase é a dignidade pessoal e uma humilde vontade de servir quando convidados.

Quando o presidente da Igreja morre, os seguintes eventos acontecem:

1. A Primeira Presidência é automaticamente dissolvida.

2. Os dois conselheiros da Primeira Presidência retornam aos seus lugares de antiguidade no Quórum dos Doze Apóstolos. A antiguidade é determinada pela data em que uma pessoa foi ordenada aos Doze, não por idade.

3. O Quórum dos Doze Apóstolos, agora numerado 14 e liderado pelo apóstolo sênior, assume a liderança da Igreja.

4. O apóstolo sénior preside uma reunião do Quórum dos Doze para considerar duas proposições alternativas:

    i. A Primeira Presidência deveria ser reorganizada neste momento?

    ii. A Igreja deveria continuar a funcionar sob a presidência do Quórum dos Doze?

5. Após a discussão, uma moção formal é feita e aceite pelo Quórum dos Doze Apóstolos.

6. Se uma moção para reorganizar a Primeira Presidência for aprovada, o Quórum dos Doze seleciona por unanimidade o novo presidente da Igreja. O novo presidente escolhe dois conselheiros e os três se tornam a nova Primeira Presidência. Ao longo da história da Igreja, o apóstolo mais antigo sempre se tornou o presidente da Igreja quando a Primeira Presidência foi reorganizada.

7. Após a reorganização da Primeira Presidência, o apóstolo que serviu o segundo mais longo período no quórum é sustentado como o presidente do Quórum dos Doze. Quando o segundo apóstolo de maior servidão também foi convocado para a Primeira Presidência como conselheiro, o terceiro apóstolo de maior serviço se torna o presidente interino dos Doze.

8. O presidente do Quórum dos Doze, juntamente com o resto dos apóstolos, ordena o novo presidente da Igreja através de uma imposição formal de mãos.

Uma vez que a Igreja foi formalmente organizada em 6 de abril de 1830, houve 16 presidentes, incluindo o presidente Thomas S. Monson.

_______________________________________________________________________________

* Depois de aceitar um chamado para servir em uma posição, os membros da Igreja são "ordenados" para a posição. Isto é feito de acordo com a prática bíblica da imposição das mãos. Um líder do sacerdócio coloca as mãos na cabeça da pessoa que está sendo ordenada e oferece uma oração, concedendo ao indivíduo a autoridade e a capacidade de desempenhar os deveres do cargo e proporcionar uma bênção pessoal.
 

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.