Informações sobre o País

Vanuatu

O Presidente Ebbie L. Davis da Missão Fiji Suva organiza o ramo (pequena congregação) de Port Vila em Julho de 1973, com Lanipota Fehoko como Presidente. O trabalho missionário começa em Vanuatu em 1974 após algumas famílias Tonganesas se terem mudado para a ilha. O Elder Harman Rector Jr., dos Setenta (um dos órgãos de governo mais alto da Igreja) e o Presidente Davis visitam Port Vila em Abril de 1974 para perceber qual a possibilidade de chamar missionários de tempo integral para servir na ilha. O Elder Rector sente que é essencial que a área tenha missionários. Asaeli Mokofisi e Peni Malohifo’ou, dois Tonganeses, começam a obra missionária em Port Vila em Janeiro de 1975. Durante anos, restrições por parte das autoridades respeitantes a vistos dificultam o trabalho. Missionários não nativos são expulsos de Vanuatu em 1982.

BEntre 1987 e 1989, Fred Massing e Timothy Proveau, ambos nativos de Vanuatu, são os únicos missionários em toda a ilha. São bem-sucedidos e baptizam mais de quarenta pessoas, incluindo vários membros das famílias. É permitida a entrada de mais missionários e o número de membros da Igreja aumenta. Outros ramos são organizados nos anos 1990 nas ilhas de Efate, Espiritu Santo, Tanna e Ambae.

Em Outubro de 1998, Tom e Janet Tarohati, o primeiro casal a ser chamado para missão naturais de Vanuatu, começam a servir missão na sua terra natal. Nesse mesmo ano, as aulas do seminário e do instituto para obter educação religiosa são organizadas. A pedido dos membros da Igreja que vivem na ilha de Mere Lava, os missionários passam a visitar a ilha em 2002. A Igreja responde com ajuda humanitária através dos missionários na ressaca do terramoto de Novembro de 2002.

O Presidente Gordon B. Hinckley, ao fazer o planeamento de um viagem pelas Ilhas do Pacífico, olha para um mapa do Pacífico Sul para ver onde nunca tinha estado e vê Vanuatu. Decide-se a visitar a ilha. Ele discursa para o maior grupo de membros reunidos na história de Port Vila, com 2212 membros, em Junho de 2003.

Os membros enchem as salas de aula, amontoam-se nos corredores e nos relvados, sentam-se fora do recinto da capela para poderem ver de relance o Presidente Hinckley a falar, no meio das persianas. A edição completa de O Livro de Mórmon: Outro Testamento de Cristo, foi publicado no idioma Bislama a Julho de 2004.
 

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.