Notícia

Público Convidado a Visitar o Templo de Frankfurt

Portas abertas decorrem de 13 de setembro a 28 de setembro de 2019, exceto aos domingos.

O público está convidado a visitar o recém-renovado Templo de Frankfurt, Alemanha, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. As visitas gratuitas ao público vão decorrer de sexta-feira, 13 de setembro, até sábado, 28 de setembro de 2019, exceto aos domingos.

Poucas semanas antes, o público pode fazer reservas no templeopenhouse.lds.org

 

O templo, que fica a alguns quilômetros a norte de Frankfurt, na cidade histórica de Friedrichsdorf, será formalmente dedicado no domingo, 20 de outubro de 2019, em três sessões. Haverá também um devocional para a juventude com líderes da Igreja no sábado, 19 de outubro de 2019.

O Templo de Frankfurt, Alemanha, fechou em 2015 para renovação e ampliação, incluindo um novo batistério subterrâneo. Foi originalmente o quinto templo construído na Europa e o segundo construído nos atuais limites da Alemanha, depois do Templo de Freiberg. Durante a semana e meia de visitas ao público  do Templo de Frankfurt, em 1987, mais de 70.000 pessoas visitaram a estrutura sagrada.

Existem mais de 40.000 membros da Igreja na Alemanha em 159 congregações. Em todo o mundo existem 201 templos em funcionamento, anunciados ou em construção, incluindo 14 na Europa.

Os templos dos Santos dos Últimos Dias diferem das igrejas onde os membros se reúnem para a adoração dominical. Os templos são considerados "casas do Senhor", onde os ensinamentos de Jesus Cristo são reafirmados através do casamento, batismo e outras cerimônias que unem as famílias para a eternidade.

Para mais informações sobre o propósito dos templos e a sua importância para os Santos dos Últimos Dias, visite https://www.saladeimprensamormon.pt/artigo/templos

Para mais informações sobre o Templo de Frankfurt, por favor, visite https://www.presse-mormonen.de

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.