Comunicados de Imprensa

Profeta Russell M. Nelson dedicará o templo de Roma

A Primeira Presidência da Igreja e o Quórum dos Doze Apóstolos estarão presentes em Roma para as sessões de inauguração do templo

O Presidente Russell M. Nelson de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias irá dedicar o Templo de Roma no domingo, 10 de março de 2019. Ao contrário da maioria das dedicações (ou inaugurações), o templo de Roma contará com três dias de sessões de dedicação (sete no total), para que mais santos dos últimos dias da região possam participar neste evento especial. Além disso, a Primeira Presidência completa e todo o Quórum dos Doze Apóstolos estarão juntos em Roma. Acredita-se que esta seja a primeira vez na história da Igreja que todos os 15 líderes se reunem num local fora dos Estados Unidos.

 “Um templo é literalmente uma casa do Senhor. Cada templo é um santuário sagrado em que as cerimónias sagradas e as ordenanças do evangelho são realizadas pelos vivos e também em favor dos mortos ”, disse o Presidente Nelson, na apresentação de um novo vídeo com uma visita virtual do templo de Roma, em Itália (vídeo em Inglês).  “Construímos templos para que nossos fiéis membros possam visitar com frequência e receber as mais sagradas ordenanças da nossa fé. Antes dos nossos templos serem dedicados para o seu propósito sagrado, o público é convidado a ver a beleza do templo e aprender sobre os compromissos que fazemos com Deus.”
      

Por que tanta atenção está a ser dada pela Igreja ao templo de Roma? No dia dedicado aos meios de comunicação do Templo de Roma, em janeiro de 2019, o Élder David A. Bednar (presidente do Departamento de Templos e História da Família) explicou a natureza e a mentalidade global da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Também reconheceu que Roma é um dos locais com mais história do mundo, uma cidade rica em história bíblica, onde os antigos apóstolos Pedro e Paulo pregavam o evangelho de Jesus Cristo.

“Esta é uma religião mundial”, disse o Élder David A. Bednar sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. “Temos mais de 16 milhões de membros e a Igreja é reconhecida e estabelecida em mais de 170 nações, por isso é apenas uma questão de tempo antes de termos templos na maioria das grandes cidades do mundo, mas é particularmente importante ter um templo em Roma, a Cidade Eterna ”.

Na mesma conferência de imprensa, realizada em frente ao vibrante vitral de Cristo, dentro do centro de visitantes do templo, o Élder Massimo De Feo falou sobre o lugar de Roma na história do cristianismo.

“Como centro do cristianismo durante milénios, Roma não poderia ficar sem um templo [da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias] dedicado a Jesus Cristo. Roma é também a Cidade Eterna. Precisávamos ter um templo na Cidade Eterna porque é um símbolo da eternidade. O templo é o lugar onde aprendemos que a vida é eterna ”.

Os templos da Igreja diferem das capelas onde os membros se reúnem para cultos dominicais. Os templos são considerados "casas do Senhor", onde os ensinamentos de Jesus Cristo são reafirmados através do casamento, batismo e outras cerimónias que unem as famílias para a eternidade.

Antes dos serviços dedicatórios que terão lugar de domingo a terça-feira, o Presidente Nelson conduzirá um devocional na noite de sábado para os jovens que vivem na Itália, enfatizando a importância que os santos dos últimos dias dão aos templos.

O Templo de Roma servirá mais de 23.000 membros da Igreja que vivem na Itália e nos países vizinhos. Atualmente, existem mais de 160 templos em todo o mundo, incluindo 12 na Europa.

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.