Comunicados de Imprensa

Novas Missões são criadas para acomodar o aumento de novos missionários

Milhares de jovens missionários em perspectiva responderam com entusiasmo ao anúncio feito em Outubro de 2012 pelo Presidente Thomas S. Monson, que reduziu a exigência de idade para o serviço missionário. Como foi indicado no momento do anúncio e reiterado mais tarde, a Igreja está a trabalhar para acomodar o aumento do número de novos missionários que fizeram planos para servir.

Além das mudanças anunciadas anteriormente sobre a mudança do tempo despendido nos centros de formação missionária (CTM) e o novo CTM no México, algumas das 347 missões existentes serão divididas para formar um adicional de 58 novas missões. A Igreja periodicamente abre, fecha e divide missões ao redor do mundo para acomodar aumentos e diminuições no número de missionários e outras necessidades. As novas missões funcionarão nas mesmas áreas cobertas por missões existentes. Não há novos países ou territórios sendo abertos para a obra missionária. Com estas mudanças, o número total de missões da Igreja passa a ser de 405.

"A resposta entusiástica à mudança de requisitos de idade missionária deu a milhares de jovens mais opções para servir e eles responderam com uma fé incrível", disse o Élder Russell M. Nelson, presidente do Conselho Executivo Missionário.
 

O programa missionário de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é uma de suas características mais reconhecidas.Missionários podem ser vistos nas ruas de centenas das cidades mais importantes do mundo, assim como em milhares de comunidades menores. O esforço missionário é baseado no padrão do Novo Testamento de missionários servindo em pares, ensinando o evangelho e batizando os crentes em nome de Jesus Cristo.

Uma das 58 novas missões é a de Luanda, Angola. Até agora os missionários que serviam nesse país pertenciam à Missão de Maputo Moçambique.

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.