Informações sobre o País

Niue

O primeiro membro da Igreja em Niue foi Fritz Bunge-Kruger e a sua família, que chegam à ilha em 1952, para fazerem obra missionária. Ele viaja pela ilha e mostra filmes da Igreja e depois dos contactos que fez, começa a realizar em casa a Escola Dominical. A assistência rapidamente chega às 80 pessoas. Mudam-se para um salão de baile para realizar as reuniões e em 1952, uma Associação de Melhorias Mútuas foi organizada.

No mês de Agosto 26 conversos são baptizados pelo Elder Thayne Christensen. Outras reuniões baptismais seguem-se, com um total de 65 pessoas a serem baptizadas no primeiro ano. Por causa da perseguição durante as reuniões ao ar livre, as actividades realizam-se de forma muito sossegada no início, mas às vezes aldeias inteiras assistiam às reuniões. O primeiro missionário de Niuean foi Sionemologa Tagavaitau.

A 12 de Fevereiro de 1955, dá-se o início da construção da capela Alofi, com um punhado de irmãos a angariarem fundos e a realizaram grande parte do trabalho com as suas próprias mãos. Tinham a assístência de missionários trabalhadores. O edíficio foi completado em 1958. Outros edifícios da Igreja foi construídos mais tarde.

Mais de um terço dos membros de Niue mudam-se para a Nova Zelãndia. Furacões devastadores atingem a ilha em 1959, 1960 e 1990. Muitas casas ficaram arrasadas. Os membros em Niue, particularmente os jovens, foram muitas vezes distinguidos em competições entre ilhas.

Em Janeiro de 2004 um super ciclone tropical destruiu os registos vitais de nascimento, morte e casamento da ilha. A Igreja tinha microfilmado estes registos a partir de 1994, que perservaram a informação que foi destruída. Em Fevereiro de 2004, cópias destes registos microfilmados foram entregues à população de Niue.

Contacto para Jornalistas

Richard Hunter
Sydney
Austrália
Telefone:  + 64 9 488 5572

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.