Comunicados de Imprensa

Mórmons reúnem-se em todo o mundo para a Conferência Geral de abril de 2013

É de novo tempo para os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias de escutarem as vozes dos profetas e apóstolos modernos. A 183ª Conferência Geral Anual da Igreja vai ter lugar no sábado e domingo, 6 e 7 de Abril de 2013.

A conferência decorrerá na Cidade do Lago Salgado, em Utah, nos E.U.A. Todos os europeus interessados em participar na conferência através da internet em www.lds.org ou pela transmissão por satélite para as capelas locais são encorajados a fazê-lo. As conferências gerais são realizadas duas vezes por ano e permitem aos mais de 14 milhões de membros uma excelente oportunidade de receber orientação e escutar mensagens espirituais por parte dos líderes da Igreja. Tal como a igreja nos dias do Novo Testamento, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é liderada por profetas e apóstolos.

Apesar da conferência acontecer a milhares de quilómetros de distância dos membros da Europa, muitos membros afirmam que a conferência é simultaneamente importante e especial. “O Espírito do Senhor é o mesmo em qualquer parte do mundo, mesmos que os oradores estejam bem longe," afirma Massimo Draghi, um membro de uma congregação da Igreja em Rimini, Itália. “A conferência geral é importante porque o mundo e a sociedade estão constantemente a mudar e precisamos de conhecer a vontade do Senhor."

Daryl Watson, responsável por várias congregações na zona de Dundee, na Escócia, afirmou que os fiéis europeus estão acostumados a participar na conferência geral através de várias tecnologias. "Essencialmente, as mensagens transmitidas aplicam-se a cada seguidor de Cristo aqui e agora, independentemente do local onde se encontram."

Chris Cooke dirige uma congregação em Londres e expressou um sentimento semelhante. "De facto, as pessoas em todo o mundo são filhas de Deus," afirmou Cooke. “O Seu evangelho aplica-se de igual forma a cada uma das pessoas. Não somos nós todos iguais?"

Os líderes da Igreja irão falar aos participantes da conferência acerca de vários tópicos espirituais, que vão desde a vida familiar à moralidade, fé e estudo das escrituras. Todos os discursos têm uma mensagem central de encorajamento aos membros da Igreja para seguirem e aproximarem-se de Jesus Cristo.

“Na conferência geral, os profetas e apóstolos dizem-nos que coisas são mais importantes neste tempo atual,” afirmou Paul Baumann, um membro de uma congregação em Hanau, na Alemanha. “Estas coisas têm um significado para todos. Deus ama-nos a todos e quer que cada um de nós seja feliz, por isso dá-nos a oportunidade de escutar a voz do profeta vivo.”

Ricardo Santana, um membro de Lisboa, disse que é uma experiência especial para todos os fiéis poderem participar na Conferência Geral nos seus próprios países.“A conferência geral é uma reunião especial porque todos os membros da Igreja em todos o mundo podem reunir-se e simultaneamente escutar as palavras dos profetas vivos”, disse. “É como se estivéssemos todos unidos num mesmo local, sentindo exatamente o mesmo espírito."

Para além das mensagens espirituais, música enfatizando temas do evangelho é apresentado pelo bem conhecido Coro do Tabernáculo Mórmon. Os membros da Igreja afirmam que a música é muitas vezes uma das partes favoritas da conferência geral e que acrescenta mais espiritualidade à reunião.

“Os hinos cantados pelo coro são absolutamente inspiradores e são a minha parte favorita da conferência”, disse Luís Melo, um membro da região do Algarve. “Os hinos fazem-me sentir o Espírito e preparam-me para absorver melhor as mensagens das autoridades gerais.”

A conferência será transmitida para mais de 7400 edifícios da Igreja, em 102 países, sendo traduzida em simultâneo em 94 idiomas. A seguir à conferência, as gravações e as transcrições dos discursos ficam disponíveis para serem continuamente usadas e aprendidas. Muitos mórmons em todo o mundo usam os discursos da conferência geral durante o ano inteiro para crescerem espiritualmente e para os auxiliarem no ambiente familiar e nas reuniões da Igreja.

“Eu gosto muito de escutar os discursos quando dou passeios pela floresta, graças ao meu leitor de mp3,” disse Draghi. “Posso ouvir e disfrutar dos discursos onde quer que vá. “Passou a ser, para mim, uma conferência que dura seis meses.”
 

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.