Comunicados de Imprensa

Missionários não naturais da Venezuela são transferidos para outras áreas

Atualizado às 8:35 de 20 de Março de 2014

Actualização de 20 de Março de 2014 (8:35)

Devido à situação de insegurança que se vive na Venezuela, a Igreja transferiu os missionários que não têm nacionalidade venezuelana para outras missões na América do Sul. No entanto, mais de 500 missionários continuam a pregar o evangelho de Jesus Cristo no seu país nativo. Estes missionários venezuelanos estão em frequente comunicação com os seus presidentes de missão e todos os esforços serão feitos para os manter seguros e protegidos.

Para saber mais sobre a Igreja na Venezuela, clique aqui.
(Lea esta declaración en español)

___________________________

Actualização de 19 de Março de 2014 (9:00)

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias emitiu a seguinte declaração referente aos missionários que servem na Venezuela.

"Devido aos distúrbios que se verificam na Venezuela, a Igreja está a realizar a transferência de 152 missionários que não são naturais do país para outras missões na América do Sul. Os missionários que são cidadãos venezuelanos estão em comunicação constante com os respetivos presidentes de missão e todos os esforçops estão a ser feitos para os manter seguros".

 

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.