Informações sobre o País

Índia

De forma não oficial, o proselitismo inicia-se em 1850 por intermédio de marinheiros britânicos que visitam Calcutá, na Índia. Foram seguidos em 1851 pelo Elder Joseph Richards, o qual baptiza algumas pessoas em Calcutá e depois as designa para serem missionárias. Um pequeno ramo (pequena congregação) é organizado, mais fica muito enfraquecido devido à emigração. No entanto, novos missionários chegam e baptizam mais algumas pessoas e uma pequena capela é construída.

Em 1853, outros missionários levam a mensagem do evangelho a Madras, Bombaim, Rangoon, Karachi, Poona e outras áreas, sendo formados pequenos ramos. Apesar disso, quando estes missionários voltam para Utah, em 1858, alguns dos conversos também emigram. Apesar de ter havido mais missionários e conversões, não conseguiam aprender as línguas nativas e por isso a Missão da Índia não era considerada como bem-sucedida. Pelo menos um dos ramos continuava a existir em 1903.

Outros esforços missionários foram iniciados nos anos subsequentes, com algum sucesso. Em 1981, as leis do governo permitem que um casal missionário, estabelecesse um ramo. O Livro de Mórmon: Outro Testamento de Jesus Cristo, foi traduzido no idioma Telegu em 1981.

Em 1993, uma missão foi organizada em Bangalore com Gucharan Singh Gill, um natural da Índia, como Presidente. Nessa altura existiam 1150 membros em 13 ramos, que cinco anos depois, aumentam para 2 mil membros e 18 ramos.

A primeira capela na Índia é dedicada a 2 de Fevereiro de 2002, para o ramo Rajahmundry.

Contacto para Jornalistas

George Mak
Wan Chai,
Hong Kong
Telefone:  + 852 2910 2941

 

 

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.