Informações sobre o País

Geórgia

Roma e Nana Amirkhanashvili, nascidos na Geórgia, foram baptizados em Hannover, na Alemanha, em 1996. Pouco tempo depois de terem sido baptizados, retornam à Geórgia. Um casal americano, John e Rebecca Dockery, que trabalhava na embaixada americana em Tbilissi, reúne-se com a família Amirkhanashvili todos os domingos para serviços de adoração, até à sua volta aos Estados Unidos, em 1998. A família Amirkhanashvili acaba depois por emigrar para os EUA. No entanto o envolvimento da Igreja com a Geórgia começa no final da década de 1980.

Doris S. Platt, uma senhora membro da Igreja, que vivia em Utah, torna-se amigo de Maya Kavtatadze, que estava de visita aos EUA. Durante uma visita a esta amiga em 1992, Platt apercebe-se de que o equipamento de combate a incêndios da Geórgia era deficiente e obsoleto. Quando retorna a Utah, Doris consegue que sejam doados dois carros de bombeiros que já não eram usados, mas que ainda estavam em boas condições. A televisão nacional da Geórgia mostra os carros de bombeiros, ainda com o emblema da cidade de Salt Lake inscrito nas portas, na resposta à explosão de uma bomba que foi colocada perto do carro do Presidente da Geórgia, Eduard Shevarnadze, em 1995.

Em Junho de 1999, Philip e Betty Reber são chamados como os primeiros missionários a servirem na Geórgia. Não podem fazer proselitismo mas servem como missionários humanitários, respondendo as perguntas que lhes eram feitas sobre a Igreja.

Enquanto a família Rebers estava na Geórgia, conhecem Vazha Natroshivili, um georgiano que tinha sido baptizado na Holanda alguns anos antes. Começam a realizar reuniões da Igreja em sua casa. As pessoas perguntam ao casal Rebers por que razão viviam na Geórgia e isso dava-lhes a oportunidade de falarem sobre a Igreja. Dado que a Igreja não estava legalizada na Geórgia, os primeiros conversos, a família Mamasakhlisi e um arménio, Hike Bagdasaryan, são baptizados em Yerevan, na Arménia, a missão mais próxima da Geórgia, em Setembro de 1999.

Em Setembro de 2002, o ramo (pequena congregação) de Tbilissi é organizado. No final do ano de 2003, existiam mais de 60 Santos dos Últimos Dias na Geórgia. Os conversos não podiam ser baptizados na Geórgia, mas a partir de Setembro de 2003, isso pode começar a ser feito. Nessa data realizam-se os primeiros baptismos.

Contacto para Jornalistas

George Mak
Wan Chai,
Hong Kong
Telefone:  + 852 2910 2941

 

 

 

 

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.