Informações sobre o País

Gana

Desde 1978 que membros da Igreja vivem no Gana. No início da década de 1950, o Livro de Mórmon: Outro Testamento de Jesus Cristo, um livro de escrituras usado a par da Bíblia, junto com outros panfletos acerca da Igreja, acabam por ser distribuídos no Gana. Foram lidos por muitos ganeses, que se convertem ao evangelho e que os usam como uma base para começarem as suas próprias congregações da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Em 1964, Joseph W. B. Johnson obtém um testemunho do Livro de Mórmon e disponibiliza-se para liderar a organização e a direcção de congregações constituídos por centenas de seguidores. Em 1978, dois casais missionários chegam ao Gana, vindos da Nigéria e baptizam muitas das congregações estabelecidas por Johnson. Um programa de construção inicia-se em 1979.

No espaço de um ano, mais de quatrcentas pessoas são baptizadas e ramos (pequenas congregações) são organizados. Por volta de 1981 sete ramos estavam em funcionamento no Gana. Todos os conversos aprendem o evangelho no seu próprio idioma e são formados em habilidades de liderança.

A 14 de Junho de 1989, o governo do Gana expulsa os missionários e bane a Igreja. No entanto, é permitido que os membros organizem reuniões na privacidade dos seus lares. Dezoito meses depois o governo expressa a sua satisfação pelo facto de a Igreja ensinar os seus membros a serem obedientes às leis do país e a promoverem uma harmonização racial e a 1 de Dezembro de 1990, o Gana permite que a Igreja retome as suas actividades. No final do ano de 1990, existiam mais de nove mil membros.

Em 1998, o Presidente da Igreja, Gordon B. Hinckley, encontra-se com o chefe do estado do Gana, o sr. Rawlings, que pede desculpa pela medida tomada pelo governo em 1989. O Presidente Hinckley informa o sr. Rawlings de que a Igreja iria construir o seu primeiro templo na África Ocidental na cidade, Accra, capital do país. Também se reúne com milhares de membros em Accra e anuncia os planos de construção do templo.

Na década de 1990 os esforços humanitários centram-se na auto-suficiência dos membros. Diversos projectos são levados a cabo por meio de iniciativas locais dos membros nos distritos e estacas (dioceses). Mais de 90 por cento dos edifícios da Igreja no Gana incluem algum tipo de cultivo em hortas.

O primeiro centro de formação missionária de África, localizado em Tema, no Gana, foi dedicado a 17 de Maio de 2002.

Contacto para Jornalistas:

George Enningful
 

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.