Últimas Notícias

Estátua do anjo Moróni colocada no topo do templo de Lisboa

O templo de Lisboa de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos, que se encontra actualmente em construção na cidade, viu a estátua do anjo Moróni ser colocada no seu pináculo no dia 19 de novembro de 2018. Este é um marco importante no projecto de construção do edifício, dado que representa o início da fase de conclusão, que se estenderá ao longo do ano de 2019. O templo de Lisboa é o primeiro templo da Igreja a ser construído em Portugal.

 A estátua de Moróni é um símbolo icónico da Igreja de Jesus Cristo, pois é usada em mais de 160 templos que estão em funcionamento em todo o mundo. Na Europa o número de templos ascende a 13. Esta estátua de 6 metros de altura de um antigo profeta do Livro de Mórmon simboliza a disseminação da mensagem do evangelho de Jesus Cristo.

Foi usada uma grua para içar a estátua a mais de 45 metros no ar, antes de ser colocada no topo do pináculo do templo. A estátua é toda dourada e é revestida com folha de ouro de 22 quilates. Os operários envolvidos no processo de colocação usaram luvas especiais para não danificar a delicada superfície da estátua.

O Elder Joaquim Moreira, um membro dos Setenta, um dos órgãos de governo da Igreja, afirmou que "este é um dia emocionante para Portugal. O anjo Morôni recorda-nos que o evangelho de Jesus Cristo está novamente na Terra. Assim como Moróni toca alegremente a sua trombeta, também nós nos regozijamos no evangelho de Jesus Cristo. Aqui neste mesmo lugar, os membros da Igreja em Portugal irão ter a oportunidade de adorá-Lo na Sua casa, no Seu templo. "

O templo de Lisboa Portugal foi originalmente anunciado a 2 de outubro de 2010. A cerimónia do início das obras realizou-se a 5 de dezembro de 2015. Após a conclusão da construção do templo, o mesmo será aberto ao público, antes da dedicação e inauguração oficiais. As datas específicas serão anunciadas mais tarde. O templo servirá mais de 42.000 membros que vivem em Portugal continental e nos arquipélagos dos Açores e da Madeira.

Os templos dos santos dos últimos dias diferem das capelas que são locais onde os membros se reúnem para os cultos dominicais. Os templos são considerados "Casas do Senhor", onde os ensinamentos de Jesus Cristo são reafirmados por meio do casamento, batismo e outras cerimónias que unem as famílias para a eternidade. No interior, os membros aprendem sobre Jesus Cristo e seus semelhantes.

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.