Comunicados de Imprensa

A Mongólia felicita a Igreja pela doação de cadeiras de rodas

Uma organização humanitária da Mongólia, a Deseret International Charities (DIC),  patrocinada pela Igreja, associou-se ao Departamento de Segurança Social da Mongólia. Os Serviços Humanitários da Igreja, através do programa de cadeiras de rodas, trabalham com as organizações locais na distribuição de cadeira de rodas onde estas sejam necessárias. Desde 2004, a Igreja já doou 4.500 cadeiras de rodas a pessoas portadoras de deficiências na Mongólia. Os missionários Santos dos Últimos Dias trabalham com os representantes nacionais de apoio e assistência social na distribuição das cadeiras por todo o país. O Dr. Munkhbatr Delger, director geral do Centro Nacional de Reabilitação em Ulaanbaatar, a capital da Mongólia, expressou a sua gratidão em nome de todos os que receberam cadeiras de rodas. “A vossa doação é muito benéfica, pois ajuda a melhorar as precárias condições de saúde das pessoas e a sua qualidade de vida.”


 
As crianças já com as novas cadeiras de rodas, doadas pela Igreja.

Uma nova doação de 900 cadeiras de rodas foi aprovada e será entregue na Mongólia durante este ano e na primeira metade de 2012. A organização DICA vai continuar a trabalhar com a Segurança Social e o Centro Nacional de Reabilitação do país, para formar os receptores das cadeiras de rodas nos seus esforços de adaptação à utilização e manutenção das mesmas. A iniciativa das “cadeiras de rodas” da Igreja tem como objectivo melhorar a mobilidade, a saúde e as oportunidades educacionais e de emprego das pessoas portadoras de deficiência. Os membros Santos dos Últimos Dias trabalham com as organizações no terreno, em todas as partes do mundo, com vista a melhorar os serviços que estas entidades providenciam aos fisicamente incapacitados - doando cadeiras de rodas ou auxílios à mobilidade apropriados às circunstâncias e às necessidades de cada um.

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.