Dois novos edifícios no Centro de Treinamento Missionário (CTM) de Provo

Dois novos edifícios no Centro de Treinamento Missionário (CTM) de Provo

O CTM tem capacidade para dar formação a cerca de 3.700 jovens e missionários seniores de cada vez.

Notícia

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias ampliou o seu Centro de Treinamento Missionário (CTM) em Provo, no estado de Utah, nos EUA, adicionando mais dois edifícios à infraestrutura. 

“O novo CTM procura retratar as melhores formas de estimular o estudo e de criar um ambiente de aprendizagem que permita aos missionários compreenderem plenamente o propósito missionário”, disse Gary L. Crittenden, diretor-geral do Departamento Missionário da Igreja.

 

O CTM tem capacidade para dar formação a cerca de 3.700 jovens e missionários seniores de cada vez.

“Tendo sido criada nesta região, pude acompanhar a construção deste edifício já faz algum tempo, e não tinha a certeza se estaria pronto a tempo da minha entrada no CTM. Mas já cá estou e tudo está a funcionar e é fantástico”, disse a Sister Kyla Rogers, natural de Salem, Utah, que assistiu à construção dos edifícios perto do campus da Universidade de Brigham Young. “Temos estes enormes espaços abertos. As salas de aula têm estas lindas e enormes janelas. E temos todas estas cores e os murais - tudo é tão visualmente atrativo e é tão bom estar aqui”. A Sister Rogers irá servir na missão Canadá Calgary.

O projeto de ampliação do CTM de Provo levou mais de dois anos a ser concluído. Engloba dois novos edifícios de seis andares com 200 novas salas de aula, mais de 100 salas para praticarem o ensino do evangelho e 13 laboratórios de informática, onde os missionários recebem formação antes de serem enviados para as áreas que lhes foram atribuídas pelo mundo fora.

Os novos edifícios possuem amplas paredes de vidro para maximizar a luz natural e proporcionar aos missionários a vista da Montanha Wasatch das Montanhas Rochosas.
“A localização do CTM, como já devem saber, fica mesmo aninhada com as montanhas, e eles dizem que conseguem ver a beleza do templo, as montanhas ao seu redor, o Vale de Utah e o Lago de Utah a oeste. É um lindo cenário onde eles têm a oportunidade de aprender “, disse Crittenden.

A diretora administrativa do CTM, Kelly Mills, acrescentou: “O nosso design era fazer tudo o que pudéssemos para criar um espaço onde pudéssemos ligar o que se passa no interior dos edifícios com o exterior, ligar os missionários às criações de Deus e, em simultâneo, permitir a entrada da maior quantidade de luz natural possível”.

“Há uma série de espaços aos quais nos referimos como sendo ‘zonas de reflexão’, onde estão expostas lindas obras de arte, há música de fundo suave - são espaços encantadores onde os missionários podem sentar-se”, disse Mills.

“À medida que os missionários percorrem os edifícios, apercebem-se que há vidro por todo o lado e que a luz permeia o edifício [tal como] o Espírito de Cristo permeia as nossas almas”, disse David C. Martino, Presidente do CTM de Provo.

Grandes salas de reuniões e as áreas de estudo interiores e exteriores foram incorporadas no design para melhorar a experiência de formação missionária.
“Eu adoro o espaço exterior destas novas instalações”, disse o Elder Jacob Rees, um missionário de Atlanta, Geórgia, que irá servir na Missão Taiwan Taipei. “Há um lugar específico onde eu gosto de ir com o meu companheiro. Fica no terraço de um dos novos edifícios. É apenas uma zona verde aberta no cimo de um edifício e podemos sempre confiar que [lá] nos sentiremos em paz e podemos desfrutar do Espírito quando o desejarmos”.

A construção também inclui zonas de estar modernas, sistemas mecânicos e utilitários atualizados e melhorias paisagísticas nas instalações existentes.

O Elder Joshua Haws, missionário de Gallup, no Novo México, que irá servir na Missão do Sul do Adriático, desfruta dos espaços tranquilos nos novos edifícios. “Eu adoro ir até essas zonas de reflexão. Elas estão configuradas de modo a que eu possa entrar e ficar em silêncio e espalhar todas as minhas escrituras e coisas, e concentrar-se simplesmente em estudar as escrituras e em banquetear-me nas palavras de Cristo e ponderar e aprender sobre o Salvador e tudo o que Ele fez, e ser um missionário melhor por causa disso”, disse ele.
“Eu adoro os murais e o quão fantásticos são”, afirmou o Elder Garret Freeman, de Tooele, Utah, que está a servir na Missão Adriática do Sul. Os seus dois murais favoritos são um de Moisés e outro dos profetas no Livro de Mórmon. “E dão mesmo vida à história, fazendo com que tudo seja real”.

Desde a sua abertura em 1976, o CTM de Provo já formou mais de 600 mil missionários de quase todas as nações. É um dos 15 CTMs mundiais onde os missionários que servem nas 421 missões da Igreja recebem formação em 55 idiomas.

Em outubro de 2012, o Presidente da Igreja,Thomas S. Monson anunciou que os homens, conhecidos como os Elders, poderiam servir as suas missões de 2 anos aos 18 anos, antecipando um ano à regra dos 19 anos, e que as mulheres poderiam servir a partir dos 19 anos, não tendo de esperar pelos 21, como anteriormente. As missionárias servem durante um período de 18 meses.

Projetos de expansão também estão a decorrer nos CTMs do México, Gana e Filipinas, com vista a prover a formação de uma força missionária crescente.
“Os missionários que chegam aqui dedicaram entre dezoito meses a dois anos para servir ao Senhor e ao próximo”, explicou o presidente Martino. “Os princípios e as doutrinas que aprenderão aqui não só lhes darão uma base para que ao saírem sejam bons missionários, como também lhes servirão de alicerce e ajuda para o resto da vida”.

Visite o interior do CTM de Provo neste vídeo  (em Inglês).

Observação de Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.